Kakegurui é um anime que gira em torno da Academia Privada Hyakkaou, onde os alunos são classificados não por habilidades acadêmicas, mas sim por suas habilidades de jogo. Em vez de notas, eles recebem fichas como recompensa por suas vitórias nas mesas de jogo disseminadas pela escola. O enredo segue Yumeko Jabami, uma aluna recém-transferida que entra na escola determinada a ganhar grande e se divertir enquanto joga.

Embora Kakegurui tenha se apresentado como um anime emocionante de apostas, ele falha em muitos aspectos. O anime retrata o jogo de uma maneira que normaliza comportamentos problemáticos e não saudáveis, apresentando o jogo como uma fonte de emoção e prazer. Curiosamente, a série não tem a intenção de educar os espectadores sobre os perigos associados aos jogos de azar, como a adição, a negligência financeira e a frustração.

Além disso, Kakegurui apresenta personagens que não são apenas absurdamente caricaturados, mas também têm uma personalidade extremamente forçada e estereotipada. Por um lado, a protagonista Yumeko Jabami é retratada como uma jogadora meticulosa que sabe como ganhar apenas apostando em suas habilidades. Por outro lado, os outros personagens são retratados como jogadores incapazes de lidar com suas perdas, levando-os a comportamentos extremos e prejudiciais. Essa caracterização se torna tediosa e irritante a cada episódio, deixando um gosto ruim na boca do espectador em relação ao anime.

Além disso, as regras do jogo muitas vezes não fazem sentido e são complicadas demais para que o espectador realmente acompanhe. Em vez de se concentrar na estratégia e no raciocínio envolvidos nos jogos, a série fica presa nas apostas e no puro prazer que o jogo pode proporcionar. Isso afasta o espectador do raciocínio lógico e estratégico que envolve o jogo de azar e o deixa em um mundo de excesso e desespero.

Em resumo, Kakegurui é um exemplo ruim de anime de apostas. Embora a série aborde um tema interessante, seu retrato problemático e pouco realista do jogo de azar, juntamente com personagens estereotipados e regras confusas, contradizem o gênero e afastam O público das lições importantes sobre a adição e a prudência financeira que os jogos de azar ensinam.